Jason Roy pode adicionar tempero à seleção da Inglaterra, enquanto Ed Smith considera a equipe de teste

Apostas

A melhor convocação de Smith para a equipe de teste foi provavelmente a primeira – ele sugeriu isso – quando ele escolheu Jos Buttler, que não esperava a ligação por causa da desvantagem aceita por ele não encontrar uma bola vermelha por meses . O mais polêmico foi o recall de Adil Rashid, que estava aposentado do críquete na época. Ambas as decisões provocaram muitas críticas, que há muito se evaporaram.

Houve várias outras ocasiões em que Smith e seu painel adotaram o caminho mais ousado do que o seguro. Por isso, testemunhamos as estreias na Inglaterra de Dom Bess, Sam Curran e Ollie Pope, que compartilham apenas 61 anos entre eles. Então, no final da temporada, Smith seguiu alguns palpites ao escolher Joe Denly e Olly Stone, nenhum dos quais eram escolhas óbvias.Por fim, testemunhamos a introdução de Ben Foakes na equipe de teste no Sri Lanka, que pode não ter sido inspirada em Smith, pois o wicketkeeper de Surrey não estava no esquadrão de testes original.

As escolhas ousadas nem sempre trabalhe magicamente: Bess, Pope, Denly e Stone não estão atualmente na equipe de teste e ainda têm muito a provar. Mas a taxa de sucesso é muito satisfatória. Na segunda-feira, descobriremos se Smith está encorajado a dar mais dicas, apesar de haver pouco espaço para mudanças, devido ao sucesso da turnê da Inglaterra no Sri Lanka. Poucas possibilidades estão abertas para ele, embora exista uma que possa não aumentar a popularidade de Smith em Kent.Guia rápido Possível esquadrão de testes da Inglaterra de Vic Marks Show Hide

Root (capt), Buttler (vice-capitão), Burns, Jennings, Bairstow, Roy, Stokes, Foakes, Moeen, Woakes, S Curran, Rashid , Broad, Leach, Anderson, Stone

Pope foi considerado supérfluo no Sri Lanka quando Foakes se estabeleceu ao lado e Jonny Bairstow passou a ser considerado um batedor especialista, então o jovem batedor de Surrey é improvável de chegar ao Caribe. Além disso, os seletores poderiam optar por substituir Denly por outro craque da bola branca da Inglaterra, Jason Roy.

Eles estão interessados ​​em Roy como um jogador de críquete em potencial, e é por isso que ele jogou pelo Lions contra o Paquistão. em Dubai no final de novembro, quando marcou 59 e 14.Ele seria uma opção emocionante, e não pragmática, como um possível batedor dos três primeiros – embora a expectativa seja de que Rory Burns, Keaton Jennings e Bairstow preencham esses espaços no primeiro Teste em Barbados.

A seleção de Roy pode ser considerado injusto com Denly, que jogou apenas em algumas partidas práticas de bola vermelha em turnê. No entanto, a justiça não é – e nunca deve ser – o critério número um na seleção. Eles podem considerar que um experimento com Roy tem mais potencial a longo prazo do que permanecer fielmente com Denly.

Enquanto isso, não espere nenhuma mudança no departamento de boliche no Caribe.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *